quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

VEJA: Bactéria mortal se espalha entre GAYS nos EUA, diz estudo, FONTE: WWW.BBC.COM

VEJA: Bactéria mortal se espalha entre GAYS nos EUA, diz estudo

A variante de uma bactéria que pode levar à morte estaria se espalhando rapidamente entre a comunidade gay das cidades de São Francisco e Boston, nos Estados Unidos.

MRSA USA300 é altamente contagiosa 
De acordo com um estudo publicado na revista especializada Annals of Internal Medicine, a nova forma da bactéria MRSA, conhecida como MRSA USA300 é altamente resistente a medicamentos e é transmitida por meio de sexo anal, pelo contato da pele ou com superfícies contaminadas.
Os especialistas fizeram um levantamento da incidência da doença em diferentes áreas das cidades de São Francisco e Boston com base em registros hospitalares, mas não informaram o número exato de contaminados até agora.

A equipe de pesquisadores descobriu que no distrito de Castro, em São Francisco, - que teria uma das maiores concentrações de homossexuais dos Estados Unidos - um em cada 588 residentes estaria infectado com a bactéria. Em outras áreas da cidade, essa proporção seria de um para cada 3.800.

Uma outra parte do estudo ainda indicou que os homossexuais moradores de São Francisco teriam 13 vezes mais chances de contrair a doença do que outros residentes da cidade.

Necrose
A infecção pode causar úlceras na pele, necrose dos tecidos, atacar órgãos como pulmão e o coração e se espalhar facilmente pela corrente sangüínea.
Entre a comunidade gay, a doença teria se proliferado pelo contato da pele, causando abscessos e infecções nas nádegas e nos órgãos genitais.

Os especialistas aconselham esfregar o corpo com água e sabão após as relações sexuais para evitar que a bactéria se espalhe.
De acordo com o jornal americano The New York Times, 19 mil pessoas morreram nos EUA em 2005 em decorrênica de doenças causadas pela MRSA (Estafilococos Aureus resistente à meticilina, MRSA, na sigla em inglês).
No passado, a bactéria era comum apenas em infecções hospitalares, mas recentemente também tem sido contraída por pessoas saudáveis fora dos hospitais.

Além de ser resistente à meticilina, a MRSA USA300 também não é facilmente combatida por outros antibióticos utilizados para tratar outras variantes da bactéria.
Os especialistas advertem que a menos que laboratórios de microbiologia identifiquem o tratamento adequado para nova bactéria, “a infecção poderá se espalhar rapidamente e se tornar uma ameaça nacional”.

Depois da repercussão do estudo, inicialmente noticiado no dia 15 de janeiro, o centro do governo americano para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), divulgou um comunicado no qual enfatiza que os homens homossexuais nos quais a nova versão da bactéria foi encontrada não eram representativos de toda a comunidade homossexual.

"Não podem ser tiradas conclusões de que essas bactérias prevalecem entre todos os homens que fazem sexo com homens", diz o comunicado do CDC, que ajudou a financiar os estudos sobre a bactéria.
"Os grupos estudados neste relatório podem ter outras características ou comportamentos que facilitam a disseminação da MRSA, como, por exemplo, contato de pele."

fonte: http://www.bbc.com/portuguese/reporterbbc/story/2008/01/080115_bacteriagay_fp.shtml

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Pastor Joide Miranda, ex-travesti, recebeu ameaças de morte....Eu recebi QUATRO e quase 80 de ESPANCAMENTO e DISCRIMINAÇÃO!

Pastor Joide Miranda, ex-travesti, revela ter recebido ameaças de morte de ativistas gays

Publicado por Tiago Chagas em 27 de janeiro de 2016 
Pastor Joide Miranda, ex-travesti, revela ter recebido ameaças de morte de ativistas gays












O pastor Joide Miranda, 47 anos, que teve seu testemunho conhecido nacionalmente após participar de uma edição do programa Vitória em Cristo, do pastor Silas Malafaia, revelou que é perseguido por ter abandonado a homossexualidade.
Há 21 anos ele deixou de ser travesti, mas até hoje sofre preconceito. No entanto, a discriminação atualmente parte de alguns homossexuais, que não aceitam que ele defenda a “restauração sexual”.
Em entrevista ao G1, Miranda revelou que já foi ameaçado de morte, além de receber ofensas frequentemente por atuar com a esposa ajudando pessoas que o procuram para abandonar o “estado de homossexualidade”.
“A mensagem [enviada pela internet] dizia que meus dias estavam contados e que eu seria destruído”, lembrou. “Os homossexuais são pessoas maravilhosas, profissionais excelentes e não gostam de Parada Gay e exposição. Os ativistas gays é que agridem e nos chamam de homofóbicos e fundamentalistas”, contextualizou o pastor.

Miranda diz que não entende o motivo das ofensas e ameaças, já que a mensagem pregada por ele trata a todos com igualdade: “Não maltrato ninguém. O meu discurso é para mostrar que os homossexuais são pessoas iguais a todas as outras”, afirmou.

Ciente de que existe preconceito dentro e fora das igrejas, Miranda diz que é um fato o desconforto da maioria das pessoas diante de homossexuais: “Sei que, se um travesti sentar ao lado de uma pessoa na igreja, ela vai se incomodar. E não só ali. Se você vir um gay bem ‘pintoso’ no shopping, as pessoas não acham normal”.

Ainda assim, o pastor se dedica ao trabalho de receber e dialogar com homossexuais sobre o tema: “Se eles quiserem sair dessa vida, mostramos que tem uma luz. Porém, quem não quiser, não podemos fazer nada”, explicou.
No livro “A Intimidade de um Ex-travesti”, lançado em 2013, o pastor Joide Miranda conta que um abuso sexual aos seis anos de idade, praticado por um vizinho, o influenciaram na escolha pela homossexualidade: “As iscas para me atrair eram balas, chocolates e algum trocados […] Nosso encontros se repetiram outras vezes, sempre de maneira muito discreta e sutil”.
Durante o tempo em que viveu como travesti, Miranda se envolveu com prostituição e atividades criminosas, como tráfico de pessoas. Na prisão, descobriu que havia adquirido o HIV. Hoje, 21 anos depois de abandonar a homossexualidade e 17 após se casar com Edna, o pastor é pai de Pedro, de quatro anos, e diz que se sente em paz: “Amo minha casa, meu filho. Tenho prazer no que faço e me dedico fielmente à pregação”, concluiu.
Fonte: GospelMais



segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Pornografia e Masturbação: "Faze meus olhos passar adiante de ver o que é fútil”

Pornografia e Masturbação

Olá maninho(a) como vai? Muitas batalhas?  

A pornografia e masturbação é uma luta frequente que todos nos cristãos temos, irmão você não está só nesta luta!

Quando os nossos pais estavam na fase da juventude, quem quisesse ver pornografia precisava procurá-la. Hoje, parece que é a pornografia que procura você. Uma jovem de 19 anos disse: “Às vezes, quando estou na internet, seja navegando, fazendo compras, seja apenas consultando o saldo da minha conta bancária, de repente aparece algo pornográfico”. Isso não é incomum. Em uma pesquisa, 90% dos jovens de 8 a 16 anos disseram ter se deparado com pornografia na internet — na maioria das vezes, quando faziam suas tarefas escolares.

Já que a pornografia é tão comum, você talvez se pergunte: ‘Será que ela é mesmo tão ruim? ’ A resposta é sim! A pornografia rebaixa tanto quem participa nela como quem a vê, e muitas vezes é um passo para se cometer pecados de natureza sexual. Mas não é só isso.

Ver pornografia pode se tornar um vício com efeitos duradouros e devastadores. Por exemplo, veja o caso de Jeff que mesmo depois de 14 anos livre da pornografia admitiu: “É uma luta diária. O desejo, embora bem menos intenso, ainda está lá. A curiosidade ainda está lá. As imagens ainda estão lá. Gostaria de nunca ter começado a me envolver nessa coisa repulsiva. No começo parecia tão inofensivo. Mas agora percebo que não é bem assim. A pornografia é destrutiva e perversa, e rebaixa a todos que se envolvem com ela. Não importa o que seus defensores possam dizer, não há nada — absolutamente nada — de positivo na pornografia”.

Avalie a situação
Como poderá evitar encontrar pornografia mesmo sem querer? Primeiro, reflita: Como isto geralmente acontece? Considere os exemplos a seguir:
1).Existe a possibilidade de alguns de seus colegas de escola enviarem anexos pornográficos por “e-mail” ou telefone celular? Se esse for o caso, seria sábio apagar a mensagem deles sem abri-las.2).Quando você está na internet, aparecem “pop-ups” (janelas instantâneas que levam a outros “sites”) ao digitar determinadas palavras num “site” de busca? Saber que isso pode acontecer talvez o ajude a ser mais específico ao digitar palavras-chave.
Anote qualquer situação que tenha levado você a se deparar com pornografia.․․․․
Há algo que você possa fazer para reduzir ou eliminar as vezes em que se depara com pornografia? Se houver, escreva o que pretende fazer para não esquecer.

E se já estiver viciado em pornografia?

Uma coisa é se deparar com pornografia, outra bem diferente é olhar intencionalmente. E se ver pornografia estiver se tornando um hábito? Não se engane — libertar-se desse hábito não é fácil. Para ilustrar: imagine que suas mãos estivessem amarradas uma na outra por uma linha. Você provavelmente conseguiria arrebentar a linha apenas afastando as mãos uma da outra. Mas e se tivessem sido dadas várias voltas com a linha em torno das suas mãos? Soltar-se seria muito mais difícil. O mesmo acontece com pessoas que têm o hábito de ver pornografia. Quanto mais elas veem, mais enlaçadas ficam. Se isso já aconteceu com você, como pode se libertar da pornografia?

Reconheça o que a pornografia realmente é. A pornografia não passa de uma tentativa satânica de degradar algo que Deus criou para ser honroso. Encarar a pornografia por esse ângulo o ajudará a ‘odiar o que é mau’. Salmo 97:10.

Pense nas consequências. A pornografia destrói casamentos. Desvaloriza aqueles retratados nela. Rebaixa a pessoa que a vê. É por um bom motivo que a Bíblia diz: “Argucioso é aquele que tem visto a calamidade e passa a esconder-se.” (Provérbios 22:3) Escreva abaixo uma das ‘calamidades’ que lhe poderiam sobrevir caso tivesse o hábito de ver pornografia.
․․․․
Assuma um compromisso. “Fiz uma promessa solene de nunca olhar com desejo para uma moça”, disse o fiel Jó.
(Jó 31:1) Veja algumas ‘promessas solenes’ que você pode fazer:
1).Não vou usar a internet quando estiver sozinho num ambiente.
2).Vou fechar imediatamente qualquer “pop-up” ou “site” de conteúdo claramente sexual.
3).Vou falar com um amigo maduro se eu tiver uma recaída.
...
Consegue pensar em mais uma ou duas decisões que poderia tomar para ajudá-lo na sua luta contra a pornografia? Então, escreva-as.

Ore sobre o assunto: O salmista implorou a Deus: “Faze meus olhos passar adiante de ver o que é fútil.” 
(Salmo 119:37)
Deus quer que você seja bem-sucedido e pode lhe dar a força necessária para fazer o que é certo:  Filipenses 4:8-13.
... 
Converse com alguém. Escolher um confidente muitas vezes é um passo importante para se libertar do hábito. (Provérbios 17:17)
Escreva o nome de uma pessoa madura com quem você se sentiria à vontade para falar sobre o assunto.
․․․․
Tenha certeza de que você pode ser bem-sucedido na sua luta para evitar a pornografia. Na verdade, toda vez que a evita, você consegue uma importante vitória. Converse com Deus sobre essa vitória e agradeça pela força que ele lhe deu. Lembre-se sempre de que, por evitar a praga da pornografia, você alegra o coração de Deus!
Provérbios 27:11.

TEXTO-CHAVE
“Amortecei, portanto, os membros do vosso corpo que estão na terra, com respeito a fornicação, impureza, apetite sexual, desejo nocivo e cobiça, que é idolatria. ” Colossenses 3:5.

SUGESTÃO
Certifique-se de que seu computador esteja configurado para bloquear o acesso a sites pornográficos. Também evite abrir links de e-mails enviados por pessoas que você não conhece.

PLANO DE AÇÃO! Escreva...
Para não me deparar com pornografia, eu vou ․․․․
Eu gostaria de perguntar aos meus pais o seguinte sobre esse assunto: ․․․․
COMO RESPONDERIA AS SEGUINTES PERGUNTAS:

 Como a pornografia degrada algo que é honroso?
 Se um de seus irmãos tivesse problemas com a pornografia, como você o ajudaria?

 “Antes de estudar a Bíblia, eu usei praticamente todas as drogas mais conhecidas. Mas, de todos os meus vícios, a pornografia com certeza foi o mais difícil de me livrar. É só com a ajuda de Deus que tenho conseguido lidar com esse problema.” — Jeff

A pornografia tem efeito cumulativo — quanto mais você a vê, mais difícil fica se libertar dela.

Somente com muita oração e jejum que podemos nos livrar do vício que corrompe a nossa alma. Por não ser a vontade de Deus para nossas vidas pode trazer diversas consequências: 
- os sentimentos de solidão e incapacidade, 
- baixa autoestima por não se comparar com os modelos expostos nos vídeos, 
- a pressão das nossas mãos é bem diferente do que a vagina de uma mulher e muitos homens hoje tem buscado tratamento psicológico porque tem mais prazer em se masturbar sozinho no banheiro do que transar com a esposa. E inúmeros casos vem aumentando a cada dia por causa da pornografia.
Não é algo bom para o ser humano.
Vamos buscar a libertação com o sangue do cordeiro derramado na cruz em nosso favor!

Viva uma vida de vitórias e que Deus nos abençoe!

Artigo recebido via email do jovem Henrique.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

CUIDADO, AMANTES DO EROTISMO: É tempo de arrepender-se e buscar ajuda para deixar esta malignidade! Escreva-nos!

Ruínas de Sodoma descobertas: lições para o presente e para o futuro

Após décadas de escavações, uma equipe de arqueólogos tem certeza de que finalmente achou as ruínas de Sodoma, a cidade bíblica de espantosa memória, noticiou o jornal britânico “Daily Mail”.











A destruição de Sodoma, Benjamin West (1738 – 1820)
A destruição de Sodoma, Benjamin West (1738 – 1820)

Após décadas de escavações, uma equipe de arqueólogos tem certeza de que finalmente achou as ruínas de Sodoma, a cidade bíblica de espantosa memória, noticiou o jornal britânico “Daily Mail”.
A equipe de arqueólogos leva adiante oTall el-Hammam Excavation Project.
O chefe da equipe é o Dr. Steven Collins, professor de Arqueologia na Trinity Southwestern University, de Albuquerque, New Mexico, EUA.
Os especialistas vinham escavando há muito tempo na localidade de Tall el-Hammam, no vale do Jordão (Jordânia), os restos de uma cidade de tamanho colossal da Idade do Bronze.
Segundo ele, tratou-se de uma cidade “monstruosa” – uma megalópole – se comparada com as outras da região no mesmo período histórico.
As peculiaridades das ruínas apontavam impressionantes analogias com a descrição que faz a Bíblia da cidade de Sodoma, destruída por Deus.
Os restos correspondiam à maior cidade da região, como também diz a Bíblia de Sodoma, e estão situados ao leste do rio Jordão, numa área verde perto do Mar Morto.
A cidade existiu entre os anos 3500 e 1540 antes de Cristo, data em que foi súbita e inexplicavelmente abandonada.

Sodoma e Gomorra nas Sagradas Escrituras

A destruição de Sodoma, junto com sua aliada Gomorra, está mencionada em numerosas partes do Antigo Testamento, inclusive no mais antigo livro que é o Gênesis. Mas também está referida no Novo Testamento.
O Antigo Testamento diz que Sodoma foi destruída pelo vício e pela homossexualidade que a tinham dominado.
Os habitantes de Sodoma eram perversos, e grandes pecadores diante do Senhor”. (Gênesis 13, 13)
Foi assim que, quando os dois anjos enviados por Deus entraram na casa de Lot:
os homens da cidade, os homens de Sodoma, se agruparam em torno da casa, desde os jovens até os velhos, toda a população. E chamaram Lot: ‘Onde estão, disseram-lhe, os homens que entraram esta noite em tua casa? Conduze-os a nós para que os conheçamos’. Saiu Lot a ter com eles no limiar da casa, fechou a porta atrás de si e disse-lhes: ‘Suplico-vos, meus irmãos, não cometais este crime’”. (Gen 19, 4-7).





Lot foge de Sodoma com suas filhas. Jan Harmensz. Muller (1571-1628)
Lot foge de Sodoma com suas filhas. Jan Harmensz. Muller (1571-1628)

Mas a multidão, ávida de perversão, fez violência contra Lot e avançou para derrubar a porta de sua casa e se apoderar dos jovens.
Eles achavam que eram homens, mas na verdade eram anjos, que atingiram os homossexuais de cegueira. E a seguir anunciaram que destruiriam a cidade por ordem de Deus, e que Lot e sua família deviam partir naquela mesma noite. E assim só Lot e os seus se salvaram.
23. O sol levantava-se sobre a terra quando Lot entrou em Segor.
24. O Senhor fez então cair sobre Sodoma e Gomorra uma chuva de enxofre e de fogo, vinda do Senhor, do céu.
25. E destruiu essas cidades e toda a planície, assim como todos os habitantes das cidades e a vegetação do solo.
26. A mulher de Lot, tendo olhado para trás, transformou-se numa coluna de sal.
27. Abraão levantou-se muito cedo e foi ao lugar onde tinha estado antes com o Senhor.
28. Voltando os olhos para o lado de Sodoma e Gomorra e sobre toda a extensão da planície, viu subir da terra um fumo espesso como a fumaça de uma grande fornalha.
29. Quando Deus destruiu as cidades da planície, lembrou-se de Abraão e livrou Lot do flagelo com que destruiu as cidades onde ele habitava. (Gen 19, 23-29)
O episódio ficou como uma lição divina para a História. Sodoma e Gomorra (aliada de Sodoma na política e no vício) ficaram simbolizando a maldição e o repúdio de Deus aos pecados que bradam aos céus e pedem vingança.
Moisés, vitral da catedral de Edinburgo, EscóciaPor isso Moisés, após abençoar Israel, amaldiçoou-o, se no futuro viesse a abandonar a fidelidade a Deus, relembrando o castigo de Sodoma e Gomorra:
“A geração vindoura, vossos filhos, que nascerem depois de vós, e o estrangeiro que vier de uma terra distante perguntarão, à vista dos flagelos e das calamidades com que o Senhor tiver afligido esta terra, à vista do enxofre e do sal, e deste solo abrasado, inculto e estéril, onde não cresce erva alguma – à semelhança da destruição de Sodoma e Gomorra de Adama e de Seboim, que o Senhor; devastou em sua cólera e em seu furor” (Deuteronômio 29, 23)
E sentindo-se já muito velho, Moisés entoou antes de morrer um cântico renovando as promessas ao povo eleito. E também as advertências divinas do que lhe aconteceria se prevaricasse:
“Suas videiras são das plantações de Sodoma e dos terrenos de Gomorra; suas uvas são venenosas, seus cachos, amargosos. o seu vinho é veneno de serpente, o mais terrível veneno de cobra! 34. Eis uma coisa que está guardada comigo, consignada nos meus segredos: 35. a mim me pertencem a vingança e as represálias, para o instante em que o seu pé resvalar. Porque está próximo o dia da sua ruína e o seu destino se precipita”. (Deuteronômio 32, 32-35)
Com fundamento em Moisés, o profeta Isaías increpou o povo de Israel, que se afastava da Lei:
“Ouvi a palavra do Senhor, príncipes de Sodoma; escuta a lição de nosso Deus, povo de Gomorra” (Isaías 1, 10)
E usou o exemplo das cidades malditas para profetizar o fim da cidade símbolo dos filhos da iniquidade, a Babilônia dos caldeus:
Então Babilônia, a pérola dos reinos, a joia de que os caldeus tanto se orgulham, será destruída por Deus, como Sodoma e Gomorra”. (Isaías 13, 19)
Idêntica imagem empregou o profeta Jeremias contra a cidade de Jerusalém e seus sacerdotes que haviam abandonado hipocritamente a Lei:
entre os profetas de Jerusalém vejo coisas hediondas: adultério e hipocrisia. Encorajam os maus, para que nenhum se converta da maldade. A meus olhos são todos iguais a Sodoma e seus congêneres semelhantes a Gomorra”. (Jeremias 23, 14)





©Photo. R.M.N. / R.-G. Ojéda
Os Apóstolos se despedem de Nossa Senhora antes de ir evangelizar. Très Riches Heures du Duc de Berry, Folio 122v, Limbourg brothers (1385-1416) – ©Photo. R.M.N. / R.-G. Ojéda

E o mesmo Jeremias profetizou ameaçando a cidade pagã de Edom com a cólera com que Deus extinguiu Sodoma e Gomorra:
“Repetir-se-á a catástrofe de Sodoma e Gomorra, e das cidades vizinhas – oráculo do Senhor. Ninguém mais habitará lá e nenhum ser humano a povoará”. (Jeremias 49, 18
No Novo Testamento, ao enviar os Apóstolos para pregar a Boa Nova e disseminar o Evangelho, Nosso Senhor Jesus Cristo advertiu aqueles que os recusassem, dizendo:
Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés. Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade. (São Mateus 10, 14-15)
O Divino Mestre empregou boa parte de sua vida pública pregando sua doce palavra e fazendo alguns de seus mais maravilhosos milagres na cidade de Cafarnaum. Entretanto, observando a dureza dos corações, comparou o destino dessa cidade hoje em ruínas ao da própria Sodoma:
E tu, Cafarnaum, serás elevada até o céu? Não! Serás atirada até o inferno! Porque, se Sodoma tivesse visto os milagres que foram feitos dentro dos teus muros, subsistiria até este dia. Por isso te digo: no dia do juízo, haverá menor rigor para Sodoma do que para ti!” (São Mateus 11, 22-24) Também São Lucas 10, 12.
Mas o castigo de Sodoma ficou não só como um exemplo para o passado, mas também para o futuro. E, quiçá – por que não? – para os presentes dias.
Assim o dá a entender São Pedro, o Príncipe dos Apóstolos, em sua segunda Epístola:
se condenou à destruição e reduziu à cinzas as cidades de Sodoma e Gomorra para servir de exemplo para os ímpios do porvir” (II São Pedro 2, 6)
E São Judas nos repete em sua Epístola o mesmo grave ensinamento. Assim, ele adverte os primeiros cristãos:
certos homens ímpios se introduziram furtivamente entre nós, os quais desde muito tempo estão destinados para este julgamento; eles transformam em dissolução a graça de nosso Deus e negam Jesus Cristo, nosso único Mestre e Senhor”. (São Judas 1, 7-8)





A queda de Babilonia, Tapeçaria de Angers
Apocalipse: a destruição de Babilônia, prefigurada pela destruição de Sodoma. Tapeçaria de Angers, França.

E lhes anuncia o terrível juízo de Deus sobre esses que se infiltram nas fileiras sagradas do cristianismo e praticam o homossexualismo:
Da mesma forma Sodoma, Gomorra e as cidades circunvizinhas, que praticaram as mesmas impurezas e se entregaram a vícios contra a natureza, jazem lá como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno. Assim também estes homens, em seu louco desvario, contaminam igualmente a carne, desprezam a soberania e maldizem as glórias”. (São Judas 1, 7-8)
São João no Apocalipse apresenta Sodoma como prefigura espiritual da civilização antinatural que os homens construirão no fim dos tempos.
Nela, os dois enviados de Deus – Elias e Enoc, segundo conceituados exegetas – pregarão contra o anticristo, serão mortos e terão seus corpos expostos na praça pública:
Seus cadáveres (jazerão) na rua da grande cidade que se chama espiritualmente Sodoma e Egito (onde o seu Senhor foi crucificado). (Apocalipse 11, 8)

2)Dr. Steve Collins | Discovering Sodom & Gomorrah

https://www.youtube.com/watch?v=svG2-uZEZjk 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...