terça-feira, 23 de agosto de 2016

POR QUE O SEXO ANAL HOMO OU HETEROSSEXUAL É CONSIDERADO "SODOMIA"?

Sexo anal: Amor ou dano?
SEXO ANAL, AMOR OU DANO? 
ADENDO ADHT: Numa de suas palestras o Pastor Claudio Duarte parece se posicionar favorável a esta prática (veja aqui), mas assistindo este vídeo você conhece que ele é frontalmente contra, clique aqui, e olhando os argumentos deste artigo, percebemos o erro grosseiro dos que acham que dentro de quatro paredes tudo é válido. Veja se é mesmo!
Um argumento muito comum contra o sexo anal entre homossexuais é que há numerosos riscos de saúde envolvidos. Esses riscos são apresentados por pastores evangélicos e líderes pró-família como uma razão forte para desestimular as pessoas do sexo anal homossexual.
Os riscos são reais e verdadeiros, mas não limitados aos homossexuais. Qualquer indivíduo que se engaje em sexo anal corre os mesmos riscos. Uma mulher, casada ou não, que recebe analmente o pênis de um homem é tão vulnerável a esses riscos quanto um homossexual.
Em seu livro “Sexual Sabotage” (Sabotagem Sexual), publicado por WND Books em 2010, a escritora americana-judia Judith A. Reisman, lidando com o que ela rotulou de variadas condutas pervertidas, cita que “11% dos indivíduos casados participam de sodomia anal pelo menos uma vez.” Essa percentagem provavelmente é muito menor, pois, como Reisman deixa claro, sua fonte, o Instituto Kinsey, exagera em suas afirmativas sexuais e infla seus números sexuais. Esse instituto é notório por sua defesa descarada de atos e conduta homossexual.
Exageradamente, só 11 por cento das mulheres casadas se envolvem em sexo anal pelo menos uma vez.
Provavelmente, os homens casados cristãos que exigem que suas esposas se submetam a esse tipo de sexo ficam silenciosos na igreja e em seu testemunho cristão sobre fatores de risco do sexo anal para homossexuais. Eles estão certos sobre seu silêncio. Afinal, de que adianta homens casados que fazem isso o condenarem entre homossexuais se os riscos são exatamente os mesmos para quem não é homossexual?
Em ambos os casos, eles estão envolvidos em sodomia, palavra que, de acordo com o Dicionário Macmillan de Língua Inglesa (2ª edição, 2007), é definida como “um ato sexual em que um homem coloca seu pênis dentro do ânus de outra pessoa.”
Então o sexo anal, praticado por homossexuais ou não, é sodomia.
Há numerosos riscos de saúde no sexo anal, e a relação anal é a forma mais arriscada de atividade sexual por várias razões, inclusive as seguintes:
  • Diferente da vagina, os tecidos do ânus não são elásticos. Isso significa que o ânus pode facilmente rasgar, o que coloca o parceiro que recebe o pênis em perigo de abscessos anais, hemorroidas ou fissuras (um rasgo muito grande). A penetração pode rasgar o tecido dentro do ânus, permitindo que bactérias e vírus entrem na corrente sanguínea. A natureza frágil do tecido anal facilita que DSTs e bactérias entrem na corrente sanguínea. Um rasgo muito pequeno pode provocar, entre muitas outras infecções bacterianas, endocardite bacteriana, levando bactérias fecais na corrente sanguínea até chegar às válvulas do coração.
  • O tecido dentro do ânus não está bem protegido como a pele fora do ânus. Nosso tecido externo tem camadas de células mortas que servem como uma barreira de proteção contra infecções. O tecido dentro do ânus não tem essa proteção natural, que o deixa vulnerável a rasgos e à disseminação de infecções.
  • O ânus foi feito para segurar as fezes. O ânus é cercado por um músculo anelar, chamado de esfíncter anal, que aperta depois que defecamos. Quando o músculo está apertado, a penetração anal pode ser dolorosa e difícil. Sexo anal repetitivo pode levar ao enfraquecimento do esfíncter anal, dificultando segurar as fezes até você poder chegar ao banheiro.
  • O ânus está cheio de bactérias. Ainda que ambos os parceiros não tenham uma infecção ou doença sexualmente transmissível, as bactérias que normalmente vivem no ânus podem potencialmente infectar o parceiro que cede. Praticar o sexo vaginal depois do sexo anal pode também levar a infecções da vagina e do aparelho urinário.
O sexo anal pode levar outros riscos também. O contato oral com o ânus pode colocar ambos os parceiros em risco da hepatite, herpes, HPV e outras infecções. Para os casais heterossexuais, a gravidez pode ocorrer se o sêmen for depositado perto da abertura da vagina.
Ainda que ferimentos graves do sexo anal não sejam comuns, podem ocorrer. Hemorragia depois do sexo anal pode ser devido a uma hemorroida ou rasgo, ou algo mais sério como uma perfuração (furo) no cólon. Esse é um problema perigoso que exige atenção médica imediata. O tratamento envolve estadia hospitalar, cirurgia e antibióticos para impedir uma infecção.
O Dr. Stephen Goldstone, um homossexual assumido e autor de “The Ins and Outs of Gay Sex: A Medical Handbook for Men” (Os Prós e Contras do Sexo Gay: Um Manual Médico para Homens), publicado pela Editora Dell de Nova Iorque em 1999, disse em seu livro:
“Exatamente como o músculo do seu esfíncter interno involuntariamente relaxa quando as fezes entram no seu reto, involuntariamente se contrai quando um pênis ou outro objeto tenta entrar a partir do lado de fora… Um rasgo anal pode ocorrer durante a fase inicial do sexo anal precisamente porque seu parceiro força a entrada do seu pênis num esfíncter fechado. Pense no seu pênis como um aríete, contra o qual o seu esfíncter interno não é páreo.”
O Dr. Goldstone é professor-assistente clínico de cirurgia na Faculdade de Medicina Mount Sinai e especialista em “questões de saúde de homens gays” e “desordens do ânus e reto.”
O Instituto Médico de Saúde Sexual, fundado pelo escritor evangélico Joe S. McIlhaney (que é doutor em medicina e um proeminente especialista em obstetrícia, ginecologia e infertilidade), diz sobre o sexo anal:
“É muito prejudicial para sua saúde e tem muitas possibilidades de ameaçar a vida.”
“O sexo anal é claramente uma forma perigosa de atividade sexual.”
De acordo com o Dr. David Delvin, do NetDoctor: “O sexo anal (retal) costumava ser mencionado nas leis inglesas como ‘crime contra a Natureza,’ e esse termo alarmante é ainda usado nas leis de cerca de nove estados dos EUA. O sexo anal sempre foi um assunto muito polêmico, e a polêmica que o cerca parece marcada para continuar nos anos futuros porque a evidência está se acumulando de que essa prática pode às vezes levar ao câncer anal.”
Ele também diz:
A Sociedade Americana do Câncer declara que ter sexo anal é um fator de risco para câncer anal tanto em homens quanto em mulheres.
Nossa impressão é que durante o século XXI o sexo anal se tornou mais comum entre casais heterossexuais, em parte porque eles assistem pornografia em que essa atividade ocorre com muita frequência.
Um estudo pequeno realizado em 2009 sugeria que na Inglaterra, por volta de 30 por cento dos DVDs pornográficos mostram relação sexual anal. Muitas vezes, isso é mostrado como algo que é tanto rotineiro quando indolor para as mulheres. Na vida real, esse não é o caso. A relação sexual anal é muitas vezes muito dolorosa para as mulheres, principalmente nas primeiras vezes.
Muitos apontam que pelo fato de que a Bíblia é silenciosa sobre o sexo anal, é permitido. No entanto, a Bíblia também é silenciosa sobre numerosas questões importantes de hoje, inclusive maconha e cocaína. Então, elas também são permitidas? Claro que não, e os críticos são rápidos para frisar os riscos de saúde do uso de drogas, mas muitos são muito lerdos para reconhecer que um homem e uma mulher que se engajam em sexo anal correm os mesmos riscos de saúde que dois homens engajados na mesma atividade sexual.
Vamos ver o “silêncio” da Bíblia:
“O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros.” (Hebreus 13:4 NVI)
Esse versículo sugere que, além do adultério, a cama conjugal pode ser contaminada por um número não especificado de atos imorais, deixando claro que Deus vai jugar os que contaminam suas camas conjugais.
Deus não está silencioso também nesta instrução:
A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de maneira santa e honrosa, não dominado pela paixão de desejos desenfreados, como os pagãos que desconhecem a Deus. Neste assunto, ninguém prejudique seu irmão nem dele se aproveite. O Senhor castigará todas essas práticas, como já dissemos e asseguramos. Porque Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. Portanto, aquele que rejeita estas coisas não está rejeitando o homem, mas a Deus, que lhes dá o seu Espírito Santo.” (1 Tessalonicenses 4:3-8 NVI)
Sobre “Cada um saiba controlar o seu próprio corpo de maneira santa e honrosa,” a Bíblia Expandida (publicada por Thomas Nelson) diz que essa passagem pode também ser colocada desse jeito: “Ele quer que cada um de vocês aprenda a viver com sua própria esposa de uma maneira santa e honrosa.”
Sobre “Neste assunto, ninguém prejudique seu irmão nem dele se aproveite,” essa passagem pode, de acordo com a Bíblia Expandida, ser colocada desse jeito: “Não explore nem tire vantagem de sua irmã cristã” nesse assunto sexual.
Existe exploração com relação ao sexo anal? Alguns anos atrás, uma proeminente advogada me disse que ela havia feito o divórcio de esposas de seus maridos, que eram pastores evangélicos. As mulheres estavam sofrendo enfermidades anais e relacionadas ao ânus e, para evitar as causas por parte de seus maridos insistentes que não cooperavam, escolheram o divórcio. Quantas mulheres, indispostas a sacrificar seus casamentos, sacrificam sua saúde para satisfazer as lascívias anais de seus maridos? Essa lascívia, com sua consequência na saúde de mulheres cristãs, parece ser um grande problema silencioso na igreja hoje — mais silencioso do que o suposto silêncio da Bíblia sobre esse assunto.
Muito embora o Primeiro Mandamento de nossa cultura hedonista seja GOZE O SEXO, o Primeiro Mandamento de Deus, que inclui prazer, tem outra prioridade.
Casais casados engajados em sexo anal não estão colaborando com o Primeiro Mandamento de Deus para o primeiro casal: Crescer e se multiplicar. A vagina e o útero são canais adequados para crescer e se multiplicar e trazer bebês. Um ânus não tem nada a ver com esse mandamento. O sexo anal traz doenças, problemas de saúde e nenhum bebê. Por isso, os maridos estão cooperando contra esse mandamento quando escolhem o canal errado e potencialmente prejudicam a saúde de suas esposas.
Além disso, pelo fato de que o corpo do cristão é o templo do Espírito Santo, os amantes do sexo anal deveriam enfrentar a realidade de que essa atividade sexual pode prejudicar esse templo. Contudo, se eles não querem razões da Bíblia, há abundantes razões médicas para evitar essa atividade e focar no canal apropriado criado, planejado e abençoado por Deus.
Se eles não querem dar atenção ao bom senso na Palavra de Deus, apelando para um suposto “silêncio,” o megafone da medicina grita nos ouvidos deles as consequências da sodomia.
Talvez os 11 por cento das pessoas casadas, de acordo com os números inflados do enganosos Instituto Kinsey, não se importem com os riscos de saúde da sodomia, mas os 90 por cento merecem conhecê-los.
Se os homossexuais merecem ser alertados sobre os riscos de saúde da sodomia, por que as esposas cristãs e seus maridos deveriam ser privados desse alerta?
* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores
e não refletem, necessariamente, a opinião do Gospel Prime.
FONTE: 
https://artigos.gospelprime.com.br/sexo-anal-amor-ou-dano/?utm_content=bufferdbd65&utm_medium=social&utm_source=twitter.com&utm_campaign=buffer

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

OS PRÓPRIOS HOMOSSEXUAIS FALAM SOBRE SUAS NECESSIDADES DE DEIXAR ESTA PRÁTICA MALÉFICA, VEJA!


DÊ UM BASTA NISSO! CHEGA DE SOFRER....VEJA OS COMENTÁRIOS POSTADOS POR ANÔNIMOS NO ARTIGO:

"A PORNOGRAFIA HÉTERO SÓ ME DEIXOU PIOR, AFIRMA LEITOR" no
Link: http://exgaysfalam.blogspot.com/2014/03/a-pornografia-hetero-so-me-deixou-pior.html#.V7UfCZgrL4Y


Para resolver um problema não podemos nos submeter a qualquer tipo lixo que só vai destruir mais ainda nossos valores morais e espirituais.
  1. NO FUNDO É ISTO QUE OS HOMOSSEXUAIS SENTEM....
  2. Linda, Ótima, Great! Amazing! Espetacular! fantástica a Matéria! Parabéns! Sim Eu sei que posso me libertar disso, porque é isso que eu quero ser: NORMAL! Ter minha esposa, minha casa, meus filhos! E não tem demônio que tire esse desejo do meu coração! Eu já estava atraído por Deus, por Jesus. E agora depois da sua matéria eu vou acabar com isso tudo de vez! Eu vou realizar todos os meus sonhos! Serei livre do pecado. A partir de agora eu vou dizer NÃO aos pecados. Eu agora tenho certeza que eu não estou aqui por acaso. Pois muitas coisas descritas nessa matéria, eu já tinha comigo, agora só vou me apegar a Jesus e ser feliz! E opinião nenhuma de fulano e cicrano vai me fazer mudar de idéia! Obrigado pela Matéria. ABRAÇOS!
    1. Eu sei que tenho promessas na minha vida e sei que tenho essas vontades tambem mas minha vontade de buscar e salvar vidas é maior eu não tenho conselhos eu tambem passo por isso mas eu acredito em deus e eu quero viver pra ele e por mas que isso tudo venha me para eu não vou desistir pq deus Não falha e noa devemos parar de buscar a deus como por interesse de que ele tem que fazer algo na minha vida e buscar na intenção de ser um adorador de verdade porque Deus acima de tudo nos ama e ele quer verdadeiros adoradores e tambem: vem filho amado, vem como estas ele nos quer assim para ele curar e nos limpar eu sei que e difícil mas vamos lutar e ser filhos de Deus porque por mais que isso seja só um desejo ele acaba tirando aquilo de mais precioso que é se entregar por inteiro a Deus. Eu tenho um chamado e jamais vou me calar eu vou ser usado por Deus e vou salvar MUITAS vidas.
    2.              Amém.
  3. OBS: Se você precisa de ajuda para deixar a homossexualidade, escreva-nos para defesa_hetero@yahoo.com.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Ex-travesti, hoje casado e pai, conta testemunho de transformação: “Deus muda a vida de qualquer um”


26 de julho de 2016

Tiago Leite é um ex-travesti que se converteu ao Evangelho e teve sua sexualidade restaurada. Seu testemunho chamou a atenção do programa Profissão Repórter, da TV Globo, que contou parte de sua história em uma de suas edições recentes.

A trajetória em direção à homossexualidade começou na infância de Tiago, que aos 10 anos de idade sofreu abusos sexuais de familiares, sempre com violência e ameaças. Dessa forma, ele foi se habituando com a situação.
Quando optou pela homossexualidade, psicologicamente Tiago já estava bastante fragilizado, o que influenciou em sua decisão e tomar hormônios femininos para transformar sua aparência, além de investir em próteses de silicone para os seios, já que tinha a intenção de viver como um travesti.
Embora fosse bem aceito pela família, Tiago relembra momentos de tristeza de quando era travesti: “Houve várias situações de constrangimento com amizades, relacionamentos amorosos. Eu sentia uma angústia muito grande, um vazio que só poderia ser preenchido por Deus”, afirmou.
Em meio a esse “vazio”, Tiago teve sua atenção atraída pela minissérie bíblica “José do Egito”, veiculada pela TV Record. Acompanhando a história do personagem, ele se impressionou com a forma como Deus agiu na vida do jovem que se tornaria governador do Egito.
“Eu vivia angustiado, não estava feliz por conta de uma forte dependência emocional e triste por causa de desilusões amorosas e decepções com amizades, mas fui assistindo à minissérie e sabendo o que Deus poderia fazer na vida de um homem”, relatou, em entrevista ao Guia-me.
No dia 25 de setembro de 2013, quando a minissérie se encaminhava para os momentos finais, ele vivenciou uma experiência espiritual, sozinho, e decidiu entregar sua vida a Jesus: “Eu ouvi a voz de Deus, muito forte e não resisti. Me entreguei na hora”.
A partir desse momento, sua vida como travesti já não fazia sentido e ele decidiu que era hora de mudar. Em seus relatos, Tiago admite que a minissérie desempenhou importante papel em suas escolhas: “Foi o principal fator que me ajudou a voltar à heterossexualidade: Eu conheci a Jesus por meio dessa minissérie e desde então não quis mais vivenciar a homossexualidade”, contou.
Essa decisão, no entanto, exigiu muito de seu relacionamento com os familiares e amigos, além de obrigá-lo a investir novamente em seu corpo, desta vez, para a retirada das próteses de silicone, um novo corte de cabelo e todo um novo guarda-roupas, com peças masculinas.
A família e os amigos, que sempre o apoiaram, dessa vez não reagiu como ele esperava, e houve momentos de intolerância e desentendimento por sua conversão ao Evangelho e abandono da homossexualidade.tiago leite - ex-travesti
Mesmo assim, Tiago seguiu firme, e mesmo sem frequentar uma igreja, enfrentou as adversidades. Posteriormente, ele procurou uma denominação e aceitou a Jesus publicamente, declarando-o como Seu Senhor e Salvador.
A essa altura, ele já vinha orando a Deus para que encontrasse alguém com quem pudesse se relacionar, e descrevia a mulher de seus sonhos nas orações: queria que fosse alguém despida de preconceitos sobre seu passado.
A resposta à oração de Tiago foi pontual, e ele percebeu isso quando conheceu Aldeneide Bernardo. “Quando eu soube da história dele, fiquei inquieta. E todos os dias, orava por ele, sem nunca tê-lo visto. Foi então que comprei o livro do pastor Joide Miranda [também ex-travesti, já falecido] e mandei de presente para ele, por minha amiga”, disse Aldeneide.
“Marcamos de nos conhecer na minha igreja. Ficamos amigos… o amor foi surgindo. E ele, como um adolescente, foi aprendendo a namorar uma menina. Ele nunca tinha tido uma namorada antes”, acrescentou, frisando que “tudo partiu dele… namorar, noivar e casar”.
Aldeneide ainda pontuou que o compromisso com a doutrina vinha de ambos: “Tivemos santidade no nosso namoro. Só nos conhecemos maritalmente falando, depois do casamento, na nossa lua de mel”.

Profissão Repórter

Tiago teve apenas parte de sua história contada no programa jornalístico da TV Globo, e disse que ficou chateado porque o material gravado foi editado, suprimindo grande parte da história.
No entanto, afirmou que compreende os fatores que podem ter levado a emissora a cortar grande parte da história, afinal, sua conversão e abandono da homossexualidade teve grande influência de uma minissérie da concorrente.
“Eu e Neide estávamos em oração sobre essa questão da edição. Mas foi tudo como Deus quis. Fiquei um pouco triste, mas Deus sabe de todas as coisas”, afirmou.
Aldeneide confirmou que ela e o marido já estavam esperando que a história fosse encurtada. “Tudo o que falamos de Jesus foi cortado, mas já esperávamos isso. Já foi uma surpresa eles terem contado nossa história. O que importa para nós é que Jesus cresça e a gente diminua”, afirmou ela, que deu à luz Valentina, a primeira filha do casal, há quase dois meses.
“O que eu quero deixar para as pessoas que já passaram pelo o que eu passei e querem abandonar a homossexualidade é: busquem a Deus em primeiro lugar e tenham muita força de vontade, porque Deus é por nós, mas nós também temos que fazer a nossa parte. Todos têm que dar a oportunidade para que Deus faça a obra em sua vida. Só assim a pessoa vai encontrar a verdadeira felicidade […] Quando se busca a Deus acima de tudo — não somente quem é homossexual, mas qualquer pessoa — Ele muda a vida de qualquer um e essa pessoa nunca mais será a mesma”, concluiu Tiago.

FONTE:https://noticias.gospelmais.com.br/ex-travesti-casado-conta-testemunho-transformacao-84420.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+gospelmais+%28Gospel%2B+%7C+Not%C3%ADcias%29

OBS: Se você deseja deixar a homossexualidade e precisa de ajuda, escreva para defesa_hetero@yahoo.com. Não sofra mais, seja um feliz pai ou mãe de família. Nada se compara a felicidade de ver seus descendentes que continuarão sua família.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Faleceu o Pastor Joide Miranda, ex-travesti que se converteu a Cristo, tornando-se um grande exemplo...!

Nossa singela homenagem ao Pastor Jóide Miranda, ex-travesti que depois de converter-se a Cristo teve sua vida totalmente transformada por Ele, tornando-se um "EMBAIXADOR" de Cristo, conforme promete Sua Palavra em II Coríntios 5:17-20:
"Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação,ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus".  

O testemunho através dos vídeos e artigos que publicamos neste blog e em vários outros provam que Cristo não continua morto! Ele ressucitou e está vivo atuando na vida de milhares de pessoas, usando vidas como a do Pr. Jóide Miranda, EX-TRAVESTI, para mostrar que "TUDO É POSSÍVEL ÀQUELE QUE CRER EM JESUS CRISTO E SEGUIR SEUS ENSINOS NESTA VIDA! 

Publicado por Tiago Chagas em 13 de junho de 2016 

Faleceu o pastor Joide Miranda, ex-travesti que conheceu o Evangelho
O pastor Joide Miranda, ex-travesti, faleceu no último domingo, 12 de junho, em Cuiabá (MT), vítima de uma parada cardíaca decorrente de um problema no fígado. Ele estava internado no Hospital Santa Rosa há 20 dias. Ele deixou esposa e um filho.
Joide se tornou nacionalmente conhecido em 2012, durante a batalha contra a aprovação do PLC 122, que previa sanções a igrejas e pastores que pregassem a visão cristã sobre a homossexualidade.
No mesmo ano, ele contou seu testemunho no extinto programa “Fala, Malafaia”, e sua história de vida passou a ser uma demonstração do poder do Evangelho.
No mesmo ano, ele contou seu testemunho no extinto programa “Fala, Malafaia”, e sua história de vida passou a ser uma demonstração do poder do Evangelho.
Em uma entrevista ao portal iG, destacou que a “homossexualidade é uma conduta aprendida”, frisando que, mesmo com toda a complexidade do assunto e das consequências das escolhas que ele havia feito no passado, Deus havia “restaurado sua identidade”.
Firme no que acreditava, denunciou um consenso internacional para que a homossexualidade seja tratada de forma indiferente nas questões relacionadas à saúde: “A Organização Mundial da Saúde decretou que homossexualidade não é doença, mas, na verdade, eu sofri um transtorno egodistônico. Isso estava na Classificação Internacional de Doenças (CID) da psicologia, mas foi retirado. Precisei passar por uma psicóloga que conhecia e era evangélica. Hoje, se um indivíduo procurar uma clínica e disser que sofre de um transtorno egodistônico de sua identidade sexual, o profissional está proibido de atender. Existem muitas pessoas com esse tipo de transtorno que não querem vivenciar essa vida e sofrem”, lamentou.
Segundo a família do pastor Joide, o velório foi realizado às 19h00 de ontem no templo da Igreja Batista Nacional Peniel, no bairro Morada do Ouro, onde ele era membro.
Na página oficial de seu ministério no Facebook, seus colaboradores publicaram uma nota de pesar pela perda e destacaram que o testemunho de vida do pastor é mais emblemático que sua partida


É com muita tristeza que comunicamos a partida do nosso guerreiro Pr. Joide Miranda! Joide foi um testemunho vivo do poder de Deus! Não apenas de como Deus pode restaurar a sexualidade de um homem/mulher que se submete a Ele, mas também um testemunho vivo de cura, provisão e milagre. Joide teve seu corpo, sua mente e alma completamente transformados pelo poder de Cristo, o que ele fez questão de anunciar em todos esses anos de ministério. Mas Joide carregava no corpo as marcas de uma vida pregressa. Marcas das quais ele não se envergonhava de falar, ao contrário, elas eram provas da transformação que ele pregava. Marcas que afetaram sua saúde mas que não foram impedimento algum para que ele cumprisse o chamado que recebeu do Senhor. Sua alegria e recompensa, era ver o evangelho transformando os corações e por isso se manteve firme até o último momento. Quem o conheceu sabe que ele foi um guerreiro incansável!
Em todos esses anos Joide viveu de milagre em milagre e assim como aconteceu com o rei Ezequias a quem Deus acrescentou 15 anos de vida após orar e estar à beira da morte, Deus acrescentou a Joide, muitas vezes, anos e mais anos e nós agradecemos ao Senhor por todos eles. Sentiremos saudades e choramos a dor da ausência, mas estamos consolados em saber que Joide agora está com o amado da Sua alma, o Seu salvador, o Seu Senhor, o Seu amor maior, por quem viveu e de quem testemunhou todos os dias da sua vida”…
Ore por toda a família de Joide para que dia após dia possamos lidar com a ausência do nosso querido… sentiremos falta, mas breve estaremos todos juntos diante do Rei Jesus!


Obrigada pelas orações e não se deixem esmorecer. Pois o testemunho não morreu e a luta de Joide permanece e carece de que todos nós continuemos anunciando que Jesus cura, liberta e restaura, Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente”…
…a Ele toda a glória, sempre!
FONTE: 
http://noticias.gospelmais.com.br/faleceu-pastor-joide-miranda-ex-travesti-83266.html

sábado, 28 de maio de 2016

CUIDADO PAIS:"Médicos denunciam: Ativistas Gays estão RECRUTANDO E MANIPULANDO NOSSAS CRIANÇAS!

Médicos denunciam que ativistas estão recrutando e manipulando crianças para que se identifiquem transgênero

Publicado por Tiago Chagas em 26 de maio de 2016 
Uma denúncia realizada por profissionais ligados à saúde denunciou a ação coordenada de ativistas gays nos Estados Unidos para recrutar e influenciar crianças a acreditarem e afirmarem que são transgênero.
Surpreendentemente, o grupo que fez a denúncia é formado por “psicólogos, médicos, especialistas em ética médica, acadêmicos e assistentes sociais” simpatizantes à causa gay e filosoficamente alinhados com os ideais de esquerda.
“Estamos alarmados pela tendência entre os profissionais de saúde mental em aceitar o autodiagnóstico de uma pessoa jovem como transgênero, com o mínimo estudo psíquico sobre isso”, alertaram os profissionais, ligados ao grupo Youth Trans Critical Professionals (YTCP).
De acordo com informações do Christian Post, a nota foi publicada na página oficial da YTCP e destaca que “em muitos casos, esses jovens passam a se identificar como transgêneros em sitesde mídia social como o Tumblr, Reddit, ou YouTube, após participarem de farras”, e acrescentou: “Há evidências de que os jovens vulneráveis estão sendo ativamente recrutados e treinados para afirmarem em tais sites que eles são transgêneros”.
A denúncia explica ainda que os casos precocemente diagnosticados como incompatibilidade com gênero biológico, podem ser, na verdade, problemas psicológicos clássicos: “Em muitos casos, estes jovens podem estar sofrendo com problemas, tais como ansiedade ou depressão, que os tornam presas fáceis para as táticas ‘cult-like’ desses ativistas transgêneros online“, apontaram.
Assim, o YTCP passou a expressar sua preocupação com a oferta de cirurgias de mudança de sexo e tratamentos hormonais em pessoas muito novas, pois é provável que essas decisões sejam tomadas sem a certeza a respeito da homossexualidade. “Nossa preocupação é com relação a crianças e jovens. Nós sentimos que cirurgias desnecessárias e/ou tratamentos hormonais que não tenham segurança comprovada a longo prazo representam riscos significativos para os jovens. As políticas de incentivo – direta ou indiretamente – tais como tratamento médico para os jovens que não são capazes de avaliar os riscos e os benefícios são altamente suspeitas, em nossa opinião”, pontuou a nota.
O grupo ainda se queixou da legislação em alguns estados dos EUA, em que profissionais de saúde mental são impedidos, em alguns casos, de explorar adequadamente os problemas subjacentes, que podem levar alguns jovens a acreditarem de maneira equivocada que são transgênero: “Em vários estados, existe agora a legislação que proíbe terapeutas de se envolverem na terapia de transição. Enquanto o sentimento por trás desta legislação parece louvável, em alguns casos, ela está sendo interpretada como algo que proíbe, terminantemente, que os terapeutas explorem a identidade de gênero dos jovens que estão afirmando serem transgênero”, lamentaram os profissionais. A restrição é muito semelhante à sofrida por psicólogos brasileiros, que são proibidos pelo Conselho Federal de Psicologia (CPF) de receberem pessoas que busquem, voluntariamente, ajuda para abandonar a homossexualidade.
“Isso significa que não podemos perguntar o por quê, não podemos explorar as questões de saúde mental subjacentes, não podemos considerar a natureza simbólica da disforia de gênero e não podemos olhar para possíveis problemas de confusão, tais como uso de mídia social ou contágio social. Chegou o tempo para que profissionais da área de saúde mental e outros comecem a falar sobre este assunto”, acrescentaram. 

FONTE: GospelMais
ADENDO ADHT: VEJA O QUE FAZER!
Veja como agir para processar pessoas envolvidas em ativismo homossexual, pois estão agindo contra nossas leis e a Constituição Federal Brasileira. Instrua-se lendo mais neste link:
http://defesa-hetero.blogspot.com/2015/09/atencao-pais-procurador-de-brasilia-da.html#.V0pzl5ErLDc e outros artigos e vídeos postados no www.defesahetero.org.




sábado, 21 de maio de 2016

VÍDEOS...NÃO PERCA: "Acende uma luz" com Marcos Witt

VÍDEOS...NÃO PERCA: "Acende uma luz" com Marcos Witt

ENTRE ONTEM E HOJE RESPONDEMOS A +40 EMAILS DE HOMOSSEXUAIS PEDINDO AJUDA PARA DEIXAR ESTA PRÁTICA PECAMINOSA...MUITOS ADOLESCENTES DE 12, 13 ANOS E VÁRIOS JOVENS.

1). ACENDE UMA LUZ ....Montagem de Marcelo Amaro ....Algumas imagens fortes MOSTRAM A REALIDADE DA FALTA DA "Luz de Jesus"


OBS: SE VOCÊ PRECISA DE AJUDA, ESCREVA-NOS UM EMAIL AGORA MESMO PARA defesa_hetero@yahoo.com PEDINDO PELOS DOZE PASSOS PARA DEIXAR A HOMOSSEXUALIDADE.

2). ACENDE UMA LUZ.....MARCOS WITT - AO VIVO - ACENDE UMA LUZ ......
https://youtu.be/B_4cYbxGXF4



ENQUANTO VOCÊ AINDA RESPIRA...EXISTE UMA CHANCE DE VOCÊ VENCER!

Peça por um MILAGRE ainda hoje....Rev. Alberto Thieme
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...